Quem lê / Who's reading

segunda-feira, 17 de março de 2014

Mais uma segunda-feira

A velocidade impele a multidão, mas algo a abranda ao mesmo tempo...


Foto: Mo Riza

Mais uma segunda-feira.
Espero sentada nos mesmos bancos de todas as segundas-feiras.
Alguns rostos também são de todas as segundas-feiras, mas não os conheço.
A carruagem chega e pára, para me levar. A mim e aos outros rostos.
Ainda estou meia adormecida, saio por um pouco do mundo que sempre me povoa os pensamentos (ou os atormenta?) e olho à volta.
Também os outros rostos estão adormecidos.
À minha frente, um rosto lê o jornal, outro um livro, ambos adormecidos.
Ao lado, um rosto ouve música, adormecido.
Na ponta da carruagem, alguém se entretém com o telemóvel. Adormecido também.
Outros rostos apenas fixam um ponto no nada, adormecido também, o ponto, talvez.
A carruagem pára, meia multidão sai, divide-se em três, formando três pequenas multidões. A minha multidão volta a dividir-se, seguem alguns, eu saio já aqui. As cancelas abrem-se, também adormecidas me parecem.
A agora mais pequena multidão caminha, adormecida, difere na velocidade que a impele. Difere na resignação que a abranda.
Sigo também eu, ainda meio adormecida. Tenho tanto medo de me deixar adormecer mais…

.
Este conto foi publicado originalmente no Blog Pense fora da caixa, ao qual pode aceder aqui.

14 comentários:

  1. Isa,
    Há sempre a tentação de se deixar adormecer pela rotina que nos leva ao conforto da repetição, do habitual, do que não nos pede grande esforço além do que já concordámos fazer há muito.
    É por vezes necessário sair dessa zona de conforto e "fazer a revolução" da alma para poder, enfim, voltar a viver...
    Adorei o teu conto!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, precisamos de vez em quando de um abanão matinal para acordar! :)
      Obrigada pelo comentário, Dulce! :)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. uma multidão cansada,
    de segunda a sexta-feira

    talvez o medo de adormecer ainda mais, nos faça acordar


    um abraço, Isa



    ResponderEliminar
  3. Um prazer ler esta narrativa!

    Beijinho amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pela leitura, Ana!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Logo nas primeiras linhas fiquei com a quase certeza de ser um post repetido! A confirmação vinha no final ;) Ainda assim deu para reler... e sorrir naquilo que provavelmente tantos pensamos e escrevemos para dentro na análise dos rostos que curiosamente podem ser só isso...

    Um beijinho amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo que já quase todos demos por nós a olhar os rostos dos outros passageiros de um qualquer transporte público... Esta é uma visão de... uma segunda feira...! :)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. .

    .

    . acordares fatídicos . como se não fora a vida um luxo .

    .

    . abraço .

    .

    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é um luxo, por isso a temos que viver da melhor forma que podemos!
      Obrigada pela visita!
      Abraço

      Eliminar
  6. Excelente, Isa!
    (E não estou adormecido)

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  7. Uma segunda-feira que carrega consigo rostos anónimos de gente com nome!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, e entre os anónimos me conto eu! :)

      Eliminar

Um espaço para outros olhares...
Obrigada pela visita!
This is a space for other looks on the world...
Thank you for your visit!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares