Quem lê / Who's reading

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

As estradas do meu país

As estradas do meu país são todas iguais. Há aquelas que têm o alcatrão mais gasto que outras, culpa da cor da autarquia, que é diferente da do município - segundo diz quem por lá passa.

Há aquelas de alcatrão mais uniforme, com mais faixas, que permite dar vazão ao trânsito. Nessas vai diferindo o grau de proibitividade em passar nos pórticos de entrada.

Algumas inacabadas. Por mau planeamento. Algumas por planeamento pessoal.

Mas são todas iguais.

E são cada vez mais estreitas. Cabem lá cada vez menos sonhos. 

Eu caibo lá cada vez menos.

8 comentários:

  1. Nem sempre há lugar para o ser nessas estradas. Há lugar para o ter, para o ver, para o dizer, mas o ser fica muitas vezes de lado...

    ResponderEliminar
  2. e andamos a pé

    mais vale um carreiro, do que estas estradas onde não avistamos nada

    um abraço

    ResponderEliminar
  3. Olá Isa,
    Parabéns pela postagem; gostei muito! Que tua semana seja maravilhosa, são os meus votos!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Se sairmos dessas estradas de asfalto, é tudo uma questão de tempo, ainda há tanto para ver...

    ResponderEliminar
  5. E cada quilómetro custa cada vez mais... esta semana baixou, mas os combustíveis estão sempre a subir...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. E quase como uma expansão ao contrário!


    beijinho :)

    ResponderEliminar
  7. Eu também sinto que devemos falar desta estreiteza...mas outros tempos virão, minha amiga.

    Adorei a construção do texto.

    Beijo grande

    ResponderEliminar
  8. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderEliminar

Um espaço para outros olhares...
Obrigada pela visita!
This is a space for other looks on the world...
Thank you for your visit!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares