Quem lê / Who's reading

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Árvores de Inverno / Winter trees

As árvores destacam-se nesta paisagem de Inverno seco. Destacam-se pelos ramos despidos de folhas, sem vislumbre da promessa da Primavera de calendário que se vai aproximando.

Poder-se-ia pensar que forma um quadro melancólico. Mas na realidade, não. Não é assim que as olho. Não consigo deixar de sentir um certo fascínio pelos ramos nus, expostos numa harmonia desconcertante.

O despojo não diminuiu a sua presença, os troncos continuam firmemente cravados na terra. Os galhos formam um bouquet sem flores. Sem flores, mas com toda a sua majestade intacta.

... Como que a lembrar que é a seiva que as torna belas.

.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.:.

The trees stand out in this dry winter landscape. Distinguished by branches stripped of leaves, no glimpse of the promise of Spring, approaching in the calendar.

This might be found has as a gloomy picture. But not really. I don't see them like that. I can't help but feel a certain fascination with their bare branches, displaying a disconcerting harmony.

The loss has not diminished their presence, the trunks remain firmly fixed on the ground. The branches form a bouquet without flowers. No flowers, but with all its majesty intact.

... As if to remind that it is the sap that makes them beautiful.


Árvores de Inverno, Isa Lisboa

10 comentários:

  1. A promessa das folhas, das flores, já não é uma promessa,mas uma certeza quando as vislumbramos. Repara bem, a primavera já nos rodeia por todo o lado...

    ResponderEliminar
  2. Certamente logo chegara a primavera
    e cobrira Lisboa das mais belas flores.
    Foi com alegria que encontrei seu blog.
    Convido a conhecer o meu tenho certeza terá uma surpresa.

    Além do meu carinho por Portugal tenho muitos amigos portugueses no meu blog.
    Espero que aceite minha amizade ,
    pois a minha você já tem.
    Um feliz final de semana beijos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  3. A natureza é sempre bela e muda consoante as estações; a árvore despida de folhas mostra a beleza do seu tronco nu já pronto a receber as novas folhas que a Primavera lhe trará às quais se juntarão também algumas flores e mais tarde também frutos; outras ficar-se-ão só pelas folhas deixando as flores para as arvorzinhas menos imponetes que encherão os nossos jardins de cor e de perfume. Tem uma beleza diferente a Primavera, mas todas as outras estações encantam por algo de especial; o tapete amarelado que brilha por cima da relva verde dos jardins dá um encanto especial aos dias de outono...tapete esse que mais tarde, nos dias de Inverno é substituído por um outro, não menos belo...aquele tapete verde coberto por uma espécie de tule branco fazendo-nos adivinhar mais um dia frio. E assim vai a vida...mudando a cada dia e com ela transformando-nos também nós à medida que o tempo passa. Somos como as estações, amiga! Um beijinho e...gostei muito. Um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  4. Enquanto houve mentes brilhantes como a sua a qual posta coisas maravilhosas haverá sempre um balde de gelo no qual poderá com poucas ou muitas palavras expor seja lá como for aquilo que sua linha da imaginação possa ela crias sempre estará parte daquilo que és daquilo que nos revela numa simples imagem assim como ti na sua mais pura simplicidade de mulher que és no intimo que fora criada posta sempre algo referenciando a fragelidade a força e as virtudes da mulher naquilo que és mulher. Obrigada linda por fazer o mesmo retribuindo de bom grado minha visita no seu blog o qual já esta em meus favoritos guardado com muito carinho em meu coração.... Jamais a questionarei por que não a o que questionar tudo é perfeito e feito de uma tamanha magnitude que são meramente expressas de uma maneira tão suave e simples como se escrevesse cada palavra e cada linha com o sopro e a suavidade de sua respiração que nos faz crer que na simplicidade daquilo que fora criada mulher tem o poder e o dom da escrita na sua pura feminidade....Um forte abraço e um bj bem no seu coraçãozinho....
    http://www.uanderesuascronicas.blogspot.com
    Convido-a fazer parte do meu blog...

    ResponderEliminar
  5. tudo tem o seu proprio tempo e a natureza mostra a renovação e que tudo se encontra em movimento
    bjs

    ResponderEliminar
  6. As árvores sabem defender-se...
    Podemos aprender sempre com a natureza.
    Gostei do teu texto.
    Beijos, querida amiga Isa.

    ResponderEliminar
  7. o despojamento

    é a sua maior beleza!

    um abraço

    ResponderEliminar
  8. A beleza é interior...
    Vc tem razão!
    Com carinho
    uma flor
    rosa
    de
    Fátima

    ResponderEliminar
  9. Com uns dias de "atraso", consegui tirar uma foto que tenho visto neste Inverno... :)
    Espero que gostem! Uma boa semana a todos!

    ResponderEliminar

Um espaço para outros olhares...
Obrigada pela visita!
This is a space for other looks on the world...
Thank you for your visit!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares