Quem lê / Who's reading

domingo, 9 de setembro de 2012

Silly season

A silly season acabou e, exercendo o meu direito ao contraditório, vou gozar duas semanas de silly days. 

Silly days que se afiguram dificeis nesta reentré que começa com mais 7%. 

Sempre gostei do número 7, talvez pelo significado místico que tem, e o misticismo calha-me bem, a contrastar com o meu lado racional, que advém talvez da matemática, ou talvez a matemática advenha dele. 

Preciso de equilíbrios. Creio que o procuro nas linhas que escrevo, deixando assim correr em tinta esse outro lado de mim.

No entanto, hoje, o sete não se me afigura místico, a balança parece um pouco desequilibrada, e nesta rentré surgem sentimentos que na realidade nunca me deixaram, sentimentos agridoces e interrogativos por este cantinho junto ao mar.

Reli hoje um poema de Ana Paula Inácio que resume um pouco do que me vai na alma, que não sei se a camisola ainda me serve...:

Como vais tu morrer
em portugal
que te assenta de igual modo à camisola
que lavaste no programa errado;
Como vais vender os teus versos
ao preço da chuva
num país de cheias 
e lágrimas fáceis;
Como vão as tuas palavras arder no coração daqueles
que vêm as florestas
sucumbir ao fogo
todos os verões;
Como vais ficar em nada
como o gelo no whisky
no copo da mulher
que o teu marido ama;
Como vais, tu, abrir os braços
se só já tens penas
como o pobre Garção?

Ana Paula Inácio




11 comentários:

  1. Ao contrário de ti nunca liguei aos números..
    Não sei como iremos sobreviver quantomais responder às inquietações da poetisa.

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. comungo desse teu lado místico, o sete vai-me bem, tal como o 27, raramente esqueço "a razão".
    há porém momentos, dias ou tempos longos em que quase tudo pomos em dúvida, e nem o "que" onde habitualmente buscamos o equilíbrio parece nos aquietar.
    são momentos Isa.
    apenas momentos, no próximo segundo já é amanhã: momento de reerguer :))
    beijo.

    p.s.- gosto de Ana Paula Inácio, obrigada por lembrares.

    ResponderEliminar
  3. os números são mágicos

    o pior é seu efeito...

    silly country

    um abraço

    ResponderEliminar
  4. Também eu sou virada para o misticismo, assim a compreendo.
    Gostei muito do poema, obrigado por partilhar

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Umas boas férias, mas tenho a sensação que quando regressar vai constatar que afina a silly season só agora começou. Deve ser um problema de alterações climáticas...

    ResponderEliminar
  6. Este 7 pode ter sido fatal, o da TSU...
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  7. Está a ser bem difícil manter o equilíbrio na balança, porque, "eles" querem meter no prato mais forte mais "ouro" retirando do prato mais fraco o "pão". Deste modo, como é possível alcançar o equilíbrio?...
    Isa, obrigada pelo carinho, gostei muito das suas palavras e do poema... vamos tentando equilibrar-nos por outras vias :)
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  8. Olá

    Belo poema de Ana Paula Inácio, que não conhecia. Obrigado pela partilha. A camisola, encolheu, é mais uma camisa de forças, ou melhor de forcas.

    ResponderEliminar
  9. Compartilhar um poema bonito é divino. Beijo

    ResponderEliminar
  10. o poema da Ana Paula, toca fundo.
    momentos actuais.
    beij

    ResponderEliminar
  11. BOM DIA !!

    VENHO POR MEIO DESTA LHE CONVIDAR A CONHECER MINHA PAGINA , http://brechodosul.blogspot.com.br, SERÁ UMA HONRA TER VOCÊ COMO SEGUIDORA E LINKARMOS SE VOCÊ QUISER , ESTA DE PARABÉNS LINDA PAGINA , DESCULPA A LETRA GRANDE MAIS SOU DEFICIENTE OK!!
    SE QUISER VOTAR NO G+1 E NO TOP BLOG 2012 NO MEU BLOG AGRADEÇO

    OBRIGADA

    MARCIA REGINA

    ResponderEliminar

Um espaço para outros olhares...
Obrigada pela visita!
This is a space for other looks on the world...
Thank you for your visit!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares